top of page

Jornada de Descarbonização para Empresas

Atualizado: 11 de out. de 2023

Caminhos para a gestão das emissões em sua organização a

partir de um inventário de emissões de GEE


De fato, a elaboração do Inventário de Emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) é fundamental para que a organização se posicione frente às mudanças climáticas. Mas, é necessário, também, que ela não se limite somente a esse primeiro passo e dê os passos seguintes para efetivamente contribuir no combate às mudanças climáticas.

"A elaboração de inventários é o primeiro passo para que uma instituição ou empresa possa contribuir para o combate às mudanças climáticas, fenômeno crítico que aflige a humanidade neste início de século” (Programa Brasileiro GHG Protocol).

Você pode ler mais sobre o que é o Inventário de Emissões de Gases de Efeito Estufa (Inventário de GEE), os conceitos de elaboração e metodologia aqui.


Hoje vamos apresentar algumas recomendações após a realização do inventário de emissões de gases de efeito estufa (inventário de GEE), contendo os passos seguintes para que a organização trilhe a sua jornada rumo a descarbonização.

Abaixo, podemos visualizar as diversas ações que uma organização inventariante pode realizar após obter os resultados do inventário de emissões de GEE em busca de uma jornada de descarbonização:


Fonte: Autoria Própria – ARCA Sustentabilidade



Verificação por terceira parte


Com o Inventário de Emissões GEE já elaborado, é recomendável que a organização busque uma verificação por terceira parte. Esta etapa não é obrigatória, mas importante para assegurar a qualidade do seu inventário de emissões, trazendo credibilidade e transparência.

A verificação por terceiros aumenta a credibilidade e a confiabilidade das informações apresentadas no inventário de emissões. Ela garante que os dados não sejam manipulados ou exagerados, proporcionando transparência e confiança aos stakeholders, como acionistas, investidores, reguladores e o público em geral.

Emissões incorretamente relatadas ou não verificadas podem representar riscos financeiros e de reputação significativos para as empresas. Investidores e consumidores estão cada vez mais preocupados com as questões ambientais e podem evitar empresas que não demonstrem transparência e responsabilidade ambiental.

A verificação por terceira parte pode ser motivada tanto por um desejo próprio da organização ou por pressão de stakeholders, mas em ambos os casos se abre uma grande oportunidade para identificar inconsistências, rever processos e aplicar melhorias.



Reporte dos dados de emissões


O reporte dos resultados de seu Inventário de Emissões GEE para o público externo é fortemente recomendado. A publicação de dados externamente demonstra transparência e o compromisso da organização com a agenda ESG, tendo o potencial para atrair stakeholders, investimentos, incentivos e reconhecimentos.

No Brasil as organizações podem reportar seus resultados na plataforma Registro Público de Emissões, provida pelo Programa Brasileiro GHG Protocol.

O Registro Público de Emissões é uma plataforma online, na qual é possível obter acesso aos dados dos inventários publicados por organizações que optaram por divulgá-los para o público geral, podendo receber 3 tipos qualificações:

  • Ouro: Inventário completo que contém fontes de emissão de Escopos 1, 2 e 3 aplicáveis à organização e verificação por terceira parte em órgão acreditado pelo Inmetro;

  • Prata: Inventário completo que contém fontes de emissão de Escopos 1, 2 e 3 aplicáveis à organização, mas não verificado por terceira parte;

  • Bronze: Inventário parcial que contém apenas fontes de emissão de Escopos 1 e 2 e não é verificado por terceira parte.

O reporte das emissões da organização inventariada também pode ser feito no Relatório Anual de Sustentabilidade, um reporte voluntário e transparente de todas as ações da organização.

Outra forma reconhecida da publicação voluntária de dados de emissão é realizada por meio da adesão ao questionário de Mudanças Climáticas do CDP (Climate Disclosure Project). Esta é uma organização sem fins lucrativos que disponibiliza questionários padronizados por grupos temáticos para que as organizações reportem dados da agenda ESG. Ao final do processo o CDP atribui uma classificação as organizações que reportaram seus dados, sendo possível divulgá-los em sua plataforma online. Para saber mais acesse: https://la-pt.cdp.net/


Aqui na ARCA Sustentabilidade auxiliamos os nossos clientes com a etapa de reporte, tanto com o Registro Público de Emissões, quanto respondendo aos questionários do CDP. Veja mais sobre nossos serviços aqui.



Definição de Planos e Metas


Após a realização do inventário de GEE, em termos de gestão das emissões de GEE, é importante analisá-lo buscando compreender quais são as fontes de emissões mais significativas da organização. A partir disso, é possível estabelecer uma ordem de prioridade concentrando esforços em áreas mais significativas, na qual se definem metas e planos para atingi-las.

É importante definir metas de redução de emissões de GEE baseadas na avaliação realizada que sejam mensuráveis, alcançáveis e relevantes para o negócio. Recomenda-se, também, estabelecer métricas-chave para acompanhar o progresso em direção a essas metas.

Atualmente o estabelecimento de Metas Baseadas na Ciência (Science Based Targets) tem se mostrado como a melhor prática no combate às mudanças climáticas alinhados ao plano de transição climática, limitando o aquecimento global a até 1,5ºC. Esta é uma iniciativa internacional que utiliza metas baseadas na ciência como base para organizações reduzirem suas emissões de GEE. Ao submeter Metas SBTi, a organização além de estabelecer uma meta, mostra publicamente seu compromisso com as reduções de suas emissões a todo público externo. Para saber mais: https://sciencebasedtargets.org/.

A ARCA Sustentabilidade oferece consultoria em todas as etapas de elaboração de uma Meta SBTi (Meta Science Based Target), seguindo todos os padrões metodológicos de definição de limites da meta e de cálculo da ambição (porcentagem de redução). Nos contate para um orçamento!

Ressalta-se que tão importante quanto definir metas é fundamental realizar o monitoramento contínuo das emissões para se ter o conhecimento do nível de progresso das metas estabelecidas.

Para auxiliar na avaliação de riscos e oportunidades de emissões da organização a ARCA Sustentabilidade oferece em seu portifólio de serviços a metodologia de KPIs (Indicadores Chave de Desempenho).



Conclusões


O Inventário de Emissões GEE é uma poderosa ferramenta de gestão, facilitando a elaboração de estratégias mais eficientes, porém, é preciso colocar ações em prática para colher todos os seus benefícios.

Fonte: Autoria Própria – ARCA Sustentabilidade


Aqui na ARCA Sustentabilidade além de realizarmos o Inventário de Emissões GEE de nossos clientes, oferecemos serviços que os auxiliam a dar os próximos passos descritos acima para que reduzam suas emissões e ganhem reconhecimento por essas ações.

Por fim, destacamos que o desenvolvimento do Inventário de Emissões GEE é o começo de um ciclo de ganho de maturidade por uma organização. Pois não somente o documento com os dados de emissões é valioso, mas todo o processo do inventário. Isto representa a oportunidade de envolver diferentes pessoas da organização em uma causa, fazer diagnósticos, identificar gaps e propor melhorias.


Há outros tópicos posteriores à elaboração de metas e planos de ação, como por exemplo, iniciativas de redução, que serão discutidos em breve aqui no nosso blog!

143 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Hozzászólások

0 csillagot kapott az 5-ből.
Még nincsenek értékelések

Értékelés hozzáadása
bottom of page